Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2018

O nascimento do conflito israelense e palestino - Gênesis 16.1-16

Sarai, mulher de Abrão, não lhe dera nenhum filho (Gênesis 16.1). O iraquiano tinha 86 anos de idade (Gênesis 16.16). Sarai em hebraico significa princesa. Como tinha uma serva egípcia Hagar, teve filho com ela, a pedido da sua esposa Sarai. Ambos moravam dez anos em Canaã, na Palestina (Gênesis 16.2-4). Hagar se viu grávida e desprezou Sarai que amaldiçoou seu esposoque seria confrontado e desprezado (Gênesis 16.4). Hagar em hebraico é fuga.  Então Sarai disse a Abrão: "caia sobre você a afronta que venho sofrendo. Coloquei minha serva em seus braços e, agora que ela sabe que engravidou, despreza-me. Que o Senhor seja juiz entre mim e você (Gênesis 16.5). Abrão pediu a Deus que Ismael fosse herdeiro de Canaã ou Palestina. Deus recusou o seu pedido  (Gênesis 17.18-19). O Anjo do Senhor pediu a Hagar que voltasse a servir a Sarai e que a mesma teria um filho Ismael (Gênesis 16.8-11). Sarai e Hagar tiveram hostilidade, foi transmitida aos descendentes delas (Gênesis 16.12; Gênesis…

Descendência de Abraão na Palestina - Gênesis 17.7-8

Estabelecerei a minha aliança como aliança eterna entre mim e você e os seus futuros descendentes, para ser o seu Deus e o Deus dos seus descendentes (Gênesis 17.7). Toda a terra de Canaã, onde agora você é estrangeiro,  darei como propriedade perpétua a você e a seus descendentes;  e serei o seu Deus (Gênesis 17.8). Abrão é pai exaltado que se refere a Deus e Abraão significa pai de muitas nações. Nasceu em Ur dos Caldeus na Babilônia, atual Iraque; mudou para Canaã. Esse lugar fica em Israel no Estado da Palestina como Cisjordânia, Colinas de Golã,  Faixa de Gaza.

A origem dos povos - Gênesis 10.21-32

Cam, filho de Noé é ancestral dos cananeus, ou melhor, teve seu filho Canaã (Gênesis 9.18). Cam descobriu a nudez do seu pai Noé que rogou praga hereditária no seu neto Canaã que seria escravo de Sem (Gênesis 9.21-22, 25). O pecado dos pais, e a maldição herdada para os filhos podem ser quebradas pelo perdão e libertação em Jesus (Êxodo 34.7; Números 14.33). Cada pessoa morre pelo seu próprio pecado (Deuteronômio 24.20; Ezequiel 18.4). Jesus curou um cego que não enraizou pelo seu pecado nem dos pais (João 9.1-3). Não descobrirás a nudez de teu pai e de tua mãe (Levítico 18.7). Os semitas, descendentes de Sem dominaram o território de Canaã e ficaram por escravos (Gênesis 9.26). Canaã é o nome da atual Cidade no Estado da Palestina, Faixa de Gaza, Colinas de Golã, Cisjordânia em Israel (Gênesis 11.31; 1 Samuel 13.19; Ezequiel 11.18; Mateus 2.20). Os gregos e romanos preferiram chamá-lá de Palestina, termo derivado do apelativo de filisteus, pelo qual era conhecido o povo que habitava a costa …

Samuel subjuga os filisteus em Mispá - 1 Samuel 7.6

Quando eles se reuniram em Mispá, tiraram água e a derramaram perante o Senhor. Naquele dia jejuaram e ali disseram: "temos pecado contra o Senhor". E foi em Mispá que Samuel liderou os israelitas como juiz (1 Samuel 7.6).
Se derrame ao Senhor ao tirar rios de Água Viva em jejum e oração. 
Quando os filisteus souberam que os israelitas estavam reunidos em Mispá,  os governantes dos filisteus saíram para atacá-los. Quando os israelitas souberam disso, ficaram com medo (1 Samuel 7.7).
E disseram a Samuel: "não pares de clamar por nós ao Senhor, o nosso Deus, para que nos salve das mãos dos filisteus  (1 Samuel 7.8).
Então Samuel pegou um cordeiro ainda não desmamado e o ofereceu inteiro como holocausto ao Senhor. Ele clamou ao Senhor em favor de Israel,  e o Senhor lhe respondeu (1 Samuel 7.9).
Enquanto Samuel oferecia o holocausto,  os filisteus se aproximaram para combater Israel. Naquele dia, porém, o Senhor trovejou com fortíssimo estrondo contra os filisteus e os colocou …

Os filisteus são vencidos - 1 Samuel 7.5-17

Disse mais Samuel: congregai todo o Israel em Missão,  e orarei por vós ao Senhor  (1 Samuel 7.5).
A intercessão em favor do povo é uma das funco próprias dos profetas (Jeremias 14.1; Jeremias 15.4; Amos 7.2, 5). Acerca de Moisés como intercessor diante do Senhor pelos pecados de Israel  (Êxodo 32.9-14; Êxodo 33.7).
Congregaram-se em Mispa,  tiraram água e a derramaram perante o Senhor; jejuaram aquele dia e ali disseram: pecamos contra o Senhor. E Saquele julgou os filhos de Israel em Mispa  (1 Samuel 7.6).
Em hebraico, Mispa significa atalaia ou posto de vigia, havendo no AT vários lugares com esse nome (Gênesis 31.44-52; Josué 11.3, 8; Juízes 11.34; 1 Samuel 10.17).
A Mispa aqui mencionada foi um centro político e religioso de considerável importância no antigo Israel,  situado a uns 8 km ao norte de Jerusalém.
Samuel aparece aqui como juiz  (ou chefe), com todas as características próprias dos líderes que conduziram ações de guerra na época dos Juízes. A ele também é atribuída de…

A ressurreição da filha de Jairo - Mateus 9.23-26

Primeiro Jairo, principais da sinagoga teve encontro com Jesus. O dirigente da sinagoga era um leigo com responsabilidades administrativas, entre as quais zelar pelo patrimônio e supervisar o culto. Embora houvesse exceções, a maioria das sinagogas tinha um dirigente.
Depois da leitura da lei e dos profetas, os chefes da sinagoga mandaram dizer-lhes: irmãos,  se tendes alguma palavra de exortação para o povo, dizei-a (Atos 13.15).
Na sinagoga, era lida uma passagem dos livros de Moisés  (a lei, isto é,  o Pentateuco) e outra de algum livro dos Profetas (Mateus 4.23; Lucas 4.16-28). Segundo prostrou-se a Jesus e insistente lhe suplicou: minha filhinha está à morte; vem, impõe as mãos sobre ela, para que seja salva, e viverá. Impor as mãos sobre um enfermo era uma prática comum nas curas (Marcos 6.5; Marcos 7.32; Marcos 8.23, 25). Jesus foi com ele (Mateus 9.18-19, Lucas 8.40-42; Marcos 5.21-24). 

A ressurreição da filha de Jairo - Marcos 5.35-43

Falava ele ainda, chegaram alguns da casa do chefe da sinagoga, a quem disseram: tua filha já morreu; por que ainda incômodas o Mestre? (Marcos 5.35). Mas Jesus, sem acudir a tais palavras,  disse ao chefe da sinagoga: não temas, crê somente (Marcos 5.26). Jesus sem acudir a tais palavras ou sem fazer caso deles. Fez caso de quem ora e crê no poder da oração.  Contudo, não permitiu que alguém o acompanhasse, senão Pedro e os irmãos Tiago e João  (Marcos 5.37).
Pedro, Tiago e João foram discípulos especiais íntimos com Jesus (Marcos 9.2; Marcos 13.3; Marcos 14.33; Lucas 22.8; Atos 3.1; Gálatas  2.9).
Os três ficaram presos juntos (Atos 4.3) e ficavam unidos em Samaria (Atos 8.4). Os sinais acompanham os que crêem (Marcos 16.17).  Chegando à casa do chefe da sinagoga,  viu Jesus o alvoroço,  os que choravam e os que pranteavam muito (Marcos 5.38). Nos sepultamentos,  era tradicional contratar pranteadores profissionais.   Então entrou e lhes disse: por que todo este alvoroço e lamento? A criança…

O aqueduto de açude do rei Ezequias - Isaías 36.2

O rei Ezequias fez um aqueduto de açude. Aqueduto é canal, galeria ou encanamento que conduz água de um lugar para outro. Açude é construção para represar a água dos rios para ser utilizada na indústria, agricultura ou abastecimento das povoações (2 Crônicas 32.3-4; Isaías 22.9-11). Não cogitais de olhar para Deus que suscita água e abastece o aqueduto de açude (Isaías 7.8-9).
Converteu o deserto em lençóis de água e a terra seca, em mananciais (Salmos 107.35). É tirado a proteção de Deus quando olhar e confiar em armas, fortaleza dos muros, certamente essa maldade não é perdoada. 
Ele converteu rios em desertos e mananciais,  em terra seca (Salmos 107.33). Bebe do Rios de Água de Viva - Espírito Santo (João 7.38-39; Isaías 55.1; João 4.14; Salmos 78.15-16; Salmos 105.41; Provérbios 18.4; Isaías 58.11), confie no poder e na força de Deus diante da guerra.  Edifique o templo, santuário do Espírito Santo, o seu corpo (1 Coríntios 3.16-17; 1 Coríntios 6.19-20).


A profecia de Isaías sobre a queda de Senaqueribe - 2 Reis 19.20-37

O rei Ezequias orou ao Senhor para conceder livramento,  salvação e todos os reinos da terra sabem que só tu, Senhor é Deus (Isaías 37.13-20). Ore ao Rei dos Reis que repreende e abate o inimigo para não invadir o seu território, área, terra que simboliza o seu coração (Lucas 8.15) ou usar meios externos para te afligir, intimidar, desencorajar, desconfiar, duvidar de Deus. Por tudo isso o rei Ezequias e o profeta Isaías,  filho de Amós, clamaram em oração aos céus  (2 Crônicas 32.20). Naquela mesma noite o anjo do Senhor saiu e matou cento e oitenta e cinco mil homens no acampamento assírio. Quando o povo se levantou na manhã seguinte,  o lugar estava repleto de cadáveres! (2 Reis 19.35; 2 Crônicas 32.21). Porque a seus anjos ele dará ordens a seu respeito,  para que o protejam em todos os seus caminhos (Salmos 91.11). O anjo do Senhor é sentinela ao redor daqueles que o temem, e os livra (Salmos 34.7). Então Senaqueribe, rei da Síria, desmontou o acampamento e foi embora. Voltou pa…

Ezequias prepara-se para resistir a Senaquiribe - 2 Crônicas 32.5-8

Ele cobrou ânimo, restaurou todo o muro quebrado e sobre ele ergueu torres; levantou também outro muro por fora, fortificou a Milo na Cidade de Davi e fez armas e escudos em abundância  (2 Crônicas 32.5). Atalaia fica na torre de observação. 
Estejam vigilantes, mantenham-se firmes na fé, sejam homens de coragem,  sejam fortes  (1 Coríntios 16.13).
Se arma com a Espada do Espírito e Espada de dois gumes (Juízes 7.14; Isaías 49.2; Apocalipse 1.16; Apocalipse 19.15; Hebreus 4.12; Efésios 6.17) e o muro significa parede robusta de pedra, serve de proteção. 
A parede de proteção está inserida a pedra principal, Jesus Cristo (Lucas 20.17).
Nomeou sobre o povo oficiais militares e os reuniu na praça,  junto à porta da Cidade, animando-os com estas palavras: Sejam fortes e corajosos. Não tenham medo nem desanimem por causa do rei da Síria e so enorme exército, pois conosco está um poder maior do que o que está  com ele.
Com ele está somente o poder humano, mas conosco está o Senhor, nosso Deus, pa…

Ezequias prepara-se para resistir a Senaquiribe - 2 Crônicas 32.1-4

Depois destas coisase e desta fidelidade, veio Senaquiribe,  rei da Assíria,  entrou em Judá, acampou-se contra as cidades fortificadas e intentou apoderar-se delas (2 Crônicas 32.1). Senaqueribe é o rei da Assíria - Reino do Norte do Iraque (705-681 a.C) que invadiu Judá  (2 Reis 18.13; 2 Reis 19.17; 2 Reis 20.19; 2 Crônicas 32.1-22; Isaías 36.1-22; Isaías 37.1-38), mas foi incapaz de conquistar Jerusalém enquanto ali reinava Ezequias. Quando Ezequias viu que Senaqueribe pretendia guerrear contra Jerusalém (2 Crônicas 32.2), consultou os seus oficiais e os comandantes do exército sobre a ideia de mandar fechar a passagem de água das fontes do lado de fora da Cidade, eles concordaram  (2 Crônicas 32.3). Assim, ajuntaram-se muitos homens, e fecharam todas as fontes e o riacho que atravessa vai a região.  Eles diziam: porque deixar que os reis da Síria venham e encontrem toda essa água  (2 Crônicas 32.4). Os preparativos para abastecer de água a Cidade com o fim de resistir ao cerco no cana…

O rei Ezequias - 1 Reis 18.1-16

Ezequias (= Jave é fortaleza) décimo terceiro rei de Judá  724-695 a.C. Fez o que era reto perante o Senhor, segundo tudo o que fizera Davi, seu predecessor  (2 Reis 18.3). Removeu altares idolatras, quebrou as colunas sagradas e derrubou os postes sagrados. Despedaçou a serpente de bronze que Moisés havia feito, pois até aquela época os israelitas lhe queimaram incenso. Era chamada Neustã (Números 21.6-9; 2 Reis 18.4). O rei Josias também fez o que era reto ao Senhor (1 Reis 15.11). Rei Asa e o seu filho Josafá serviu ao Senhor, mas não tirou os altares pagãos em Judá  (1 Reis 15.14; 1 Reis 22.43).

A unção no rei - 1 Reis 19.16

Assim diz o Senhor ao seu ungido, a Ciro, a quem tomo pela mão direita, para abater as nações ante a sua face, e para abrir diante dele as portas, que não se fecharão  (Isaías 45.1). Ungido com azeite sagrado e o Espírito Santo se apoderava. No Antigo Testamento o Espírito Santo é um dom concedido especialmente aos que tratam de causas pública como juízes (Josué 3.10) e os reis (1 Samuel 16.13) e os profetas (Números 11.24-30; Êxodo 31.3-5; Isaías 11.2; Isaías 42.1; Isaías 61.1) encarregado do rei a serviço de Deus para instruir o povo (Levítico 8.12; Levítico 8.30; Levítico 10.11). Deus chamava-se o rei de o "Ungido" do Senhor, no momento de receber a investidura real, era "ungido", o sacerdote Joiada consagrou o rei Joás (2 Reis 11.4-12). O profeta Samuel ungiu o rei Saul (1 Samuel 10.1). Sacerdote Zadoque ungiu o rei Salomão (1 Reis 1.29-58). Os reis como Ezequias, promulgaram o decreto de Deus. No dia da sua entronização,  o rei era constituído "filho de Deus&quo…

A origem do pecado - Tiago 1.14-15

Ao contrário,  cada um é tentado pela sua própria cobiça,  quando esta o atrai e seduz (Tiago 1.14). Então,  a cobiça,  depois de haver concebido, dá à luz o pecado;  e o pecado, uma vez consumado, gera a morte (Tiago 1.15).  Cobiça,  pecado e morte são vistos nas tentações de Eva (Gênesis 3.6-22) e Davi (2 Samuel 11.2-7) por Bete-Seba, mulher de Urias que morreu na conspiração de Davi para casar com ela (2 Samuel 11.14-27). A cobiça, pecado e morte no crime passional é acometido por paixão, ciúme, desconfiança, traição - Art. 121 do Código Penal. Afasta o teu caminho da mulher adúltera,  e não te aproximes da porta da sua casa (Provérbios 5.8).




Luz própria - Eclesiastes 2.26

Porque Deus dá sabedoria, conhecimento e prazer ao homem que lhe agrada;  mas ao pecador dára trabalho, para que ele ajunte e amontoe,  a fim de dar àquele que agrada a Deus. Também isto é va idade e correr atrás do vento  (Ec 2.26). Deus da sabedoria e conhecimento ao empreendedor que tem uma ideia e cria uma empresa e vende seus produtos. Com a luz própria, leva jeito para o negócio, sem formação, brilha ao administrar a empresa. Consumidores ajuntam dinheiros para  comprar o produto em crédito parcelado, débito, dinheiro ou boleto.  Vocacionado demonstra habilidade com ou sem formação acadêmica para o sucesso empresarial, profissional liberal, autônomo, empregado.


Honra à autoridade - 1 Pedro 2.17

Porque assim é a vontade de Deus, que, pela prática do bem,  façais emudecer a ignorância dos insensatos  (1 Pedro 2.15); como livres que sois, não usando, todavia, a liberdade por pretexto da malícia,  mas vivendo como servos de Deus (1 Pedro 2.16).
Tratai todos com honra, amai os irmãos,  temei a Deus, HONRAI O REI (1 Pedro 2.17). Quando Pedro escreveu, o imperador de Roma era Nero que reinou de 54-68 dC.  O governo do Império Romano era exercido pela autoridade suprema, e pelos governantes das diferentes províncias. Obedece as autoridades. De modo que aquele que se opõe à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si condenação  (Romanos 13.1-2). Quanto ao perverso,  as suas iniquidades o prenderão, e com as correntes e argolas do seu pecado será detido (Provérbios 5.22).


Deveres sociais dos cristãos - 1 Pedro 2.11-15

Por causa do Senhor, sujeitem-se a toda autoridade constituída entre os homens; seja ao rei, como autoridade suprema (1 Pedro 2.13), seja  aos governantes, como por ele enviados para punir os que praticam o mal e honrar os que praticam o bem (1 Pedro 2.14).
Pois é da vontade de Deus que, praticando o bem, vocês silenciem a ignorância dos insensatos (1 Pedro 2.15). Toda autoridade é constituída primeiro pelo partido, segundo a prévia eleitoral dos candidatos com votos dos militantes ou filiados na diretoria partidária do seu bairro. Depois da apuração dos votos, o eleito pelos filiados se apresenta com suas propostas aos brasileiros.  O candidato à presidente da República do Brasil, Geraldo Alckmin,  foi ditetamente escolhido pelo partido e também reconhecido pelos filiados do PSDB pelos resultados...

A parábola da rede - Mateus 13.47-50

Parábola é narração em forma figurada que contém algum preceito moral.
O reino dos céus é ainda semelhante a uma rede que, lançada ao mar, recolhe peixes de toda espécie  (Mateus 13.47). Rede é símbolo do Evangelho lançado no mar que simboliza povo (Apocalipse 13.1) e os peixes são os homens (Mateus 4.19). E, quando já está cheia, os pescadores arrastam-na para praia e, assentados, escolhem os bons para os cestos e os ruins lançam fora (Mateus 13.48). Assim será na consumação do século: sairão os anjos, e separarão os maus dentre os justos (Mateus 13.49), e os lançarão na fornalha acesa; ali haverá choro e ranger de dentes (Mateus 13.50).




Parábola do Tesouro Escondido e da Pérola de grande valor - Mateus 13.44-46

O reino dos céus é como um tesouro escondido num campo. Certo homem,  tendo-o encontrado, escondeu-o de novo e,  então,  cheio de alegria,  foi, vendeu tudo o que tem e comprou aquele campo (Mateus 13.44).
O campo ou terra é o coração do homem que guarda com alegria o Reino dos Céus  (Marcos 4.20).
O homem vendeu tudo o que tinha, em primeiro lugar  buscou o seu reino a sua justiça, as demais coisas seriam acrescentadas (Mateus 6.33).
Trocou os seus bens pelo tesouro no céu  (Mateus 19.21).
Porque, onde está  o seu tesouro, aí também está o seu coração  (Mateus 6.21).
Pois, o reino de Deus, não é comida nem bebida, mas justiça, paz e alegria do Espírito Santo (Romanos 14.17). Tesouro escondido num campo. Nos tempos antigos, era comum esconder tesouros na terra, uma vez que não havia bancos (Mateus 25.27). O Reino dos céus também é como um negociante que procura pérolas preciosas (Mateus 13.45); e, tendo achado uma pérola de grande valor, vende tudo o que possui e a compra (Mateus 13.46).
Quem…

Naturalizados em Jerusalém - Filipenses 3.20

Brasileiro, norte-americano e os demais estrangeiros que guardar a profecia do livro de Apocalipse, serão naturalizados jerusalenses. 
A nossa cidadania, porém,  está nos céus,  de onde esperamos o Salvador, o Senhor Jesus  Cristo  (Filipenses 3.20).
A Igreja dos primogênitos, dos espíritos justos e aperfeiçoados (Hebreus 12.22-24). Os nomes são registrados no livro da vida (Êxodo 32.33; Filipenses 4.3; Apocalipse 3.5; Apocalipse 13.8; Apocalipse 20.12, 15; Apocalipse 21.27) e entrarão pelas portas da Cidade celestial (Apocalipse 21.1-27). Ficarão de fora os que inclinam as imagens, prestam culto, rezam (Apocalipse 22.15-21). 



A imagem de ouro de Nabuconodosor - Daniel 3.1-30

O rei Nabucodonosor fez uma imagem de ouro de vinte e sete metros de altura e dois metros e setenta centímetros de largura (Daniel 3.1), e a ergueu na planície de Dura, na província de Babilônia (Daniel 3.2). Babilônia é o atual País Iraque.  Nabucodonosor ordenou que todos adorassem a ele com instrumentos, música e inclinação do corpo. O anticristo irá exigir adoração da sua estatueta (Apocalipse 13.14-15). Quem adora imagem de escultura canonizadas será lançado e queimado na fornalha de fogo, que é o inferno no decreto de Deus. Nabucodonosor decretou e soube pelos astrólogos que os judeus não quiseram adorá-lo. Esses israelitas nomeados pelo rei, Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, clamavam a Deus.  Não se adora deuses e qualquer pessoa e prestar culto (Êxodo 20.3-5). Os servos do Deus Altíssimo foram lançados na fornalha de fogo, mas não aconteceu nada porque a sentença de Deus, o calor ou fogo não atingem os justos e sim os idolatras. No decreto ou Lei religiosa dos que adoram imagens,  permit…

Revelação de Jesus Cristo - Apocalipse 1.1-3

Quem gosta de imagem é fotógrafo, designer, publicitário, modelo e católico. 
Artesãos e artistas plásticos fazem imagens e os católicos veneram. Maldito o homem que fizer imagem de escultura ou de fundição, abominação ao Senhor, obra de artífice, e a puser em lugar oculto. E todo o povo responderá: amém (Deuteronômio 27.15; Levítico 26.1). Adore a Deus e atesta que você ama ao ler e guardar a Palavra de Deus. Não faz sentido adorar a Jesus com imagens (Jeremias 10.14). A revelação de Jesus são as Escrituras Sagradas para ler e ouvir. Bem-aventurados aqueles que lêem e aqueles que ouvem as palavras da profecia e guardam as coisas nela escritas, pois o tempo está próximo (Apocalipse 1.1-3).


O resultado da murmuração é a demora - Deuteronômio 2.14-15

Do Egito à Israel, distância máxima de 485 km segundo os historiadores.  Os israelitas murmuraram assim que saíram do Egito,  antes de atravessar o mar com os pés enxutos (Êxodo 14.10-14; Êxodo 15.24; Êxodo  16.2, 7, 8, 9, 12). Por causa da murmuração, Deus fez com que eles permanecesseme no deserto cerca de 38 anos (Deuteronômio 2.14-15).

Reclamar e agradecer significam

Reclamar significa clamar daquilo que você nega possuir. Aquilo que é pouco com Deus, torna-se muito na graça do Senhor ou em sua presença, entrega dando graça e abençoa. Agradecer significa fazer a graça descer, ou seja, quando você expressa gratidão a Deus torna-se como imã que só vem as bênçãos de Deus. Fazei tudo sem murmurações nem contendas (Filipenses 2.14). A primeira e a segunda multiplicação de pães e peixes. Jesus abençoou e deu graças  (Mateus 6.30-31; Mateus 14.13-21; Marcos 6.30-44; Lucas 9.10-17; João 6.1-14). Segundo o costume judaico,  o que preside uma refeição toma o pão e diz: Bendito  seja tu, Senhor, Deus nosso, Rei do universo,  que produz o pão da terra. Os demais respondem amém.  Em seguida parte o pão e o distribui.

Tel Aviv ou Jerusalém é a morada de Deus - Salmos 2.1-12

Cidade Jerusalém é a capital de Israel. Cidade Santa protegida das autoridades estrangeiras (Salmos 48.1-14; Salmos 76.1-12; Salmos 84.1-12; Salmos 122.1-9). Davi fez a capital do seu reino em Sião - colina, montanha a sua Fortaleza dentro de Jerusalém (2 Samuel 5.7). Salomão construiu o templo de Deus (Salmos 48.12-14). Os Salmos referem-se, constantemente,  Sião e ao seu templo e o chamam de monte Santo, porque o Senhor escolheu a Sião, preferiu-a por sua morada (Salmos 132.13). Tel Aviv era a capital de Israel situada no Estado da Palestina, habitada por muçulmanos. 



Gideão e os trezentos homens do exército - Juízes 7.14-16

Seu amigo respondeu: não pode ser outra coisa senão a espada de Gideão,  filho de Joás, o israelita. Deus entregou os midianitas e todo o acampamento nas mãos dele (Juízes 7.14). Com a Espada do Espírito, vence a batalha armada e numerosa contra a sua vida (Juízes 7.14; Isaías 49.2; Apocalipse 1.16; Apocalipse 19.15; Hebreus 4.12; Efésios 6.17). Use e vive, adore a Deus e será contigo por onde andar.
Tendo ouvido Gideão contar este sonho e o seu significado,  adorou; e tornou ao arraial de Israel e disse: levantai-vós, porque o Senhor entregou o arraial dos midianitas nas vossas mãos  (Juízes 7.15).
Dividiu os trezentos homens em três companhias e pôs nas mãos  de todos eles trombetas e cântaros vazios, com tochas neles (Juízes 7.16).
O cântaro é um jarro para beber água. Gideão estava sem ferreiro para fazer armas. A Palavra de Deus é a espada/arma (Hebreus 4.12; Efésios 6.17). 
Os filisteus usavam o minério de ferro e faziam armas de guerra (1 Samuel 13.19-20). 
O toque da trombeta é para …

Gideão e os trezentos homens do exército - Juízes 7.8-16

A batalha junto à fonte Harode, brilharam os trezentos homens  de Gideão que beberam da única fonte de Água Viva.
Os mídianitas, privados da única fonte local de água, acamparam no vale e foram derrotados pelo bando pequeno de israelitas, dos altos montes de Moré.
Deus, é o fiel guarda dos homens (Salmos 121.1-8).
Filhinhos, vós sois de Deus e tendes vencido, porque maior é aquele que está em vós do aquele que está no mundo (1 João 4.4).
Deus instruí, mostra no sonho os pães de cevada indo aos acampamentos dos mídianitas. 
Pão  de cevada era considerado um cereal inferior,  com apenas metade do valor do trigo, é um símbolo apropriado de Israel, que nume ricamente inferior (Juízes 7.13; 2 Reis 7.1).


Gideão e os 300 homens do exército - Juízes 7.7-

Então, disse o Senhor a Gideão: com estes trezentos homens que lamberam a água eu vos livrarei, e entregarei os midianitas nas tuas mãos;  mande para casa todos os outros homens (Juízes 7.7). Os que lamberam em pé, foram atentos, prudentes, vigilantes.  Bebe da Água Viva e vigie para vencer as lutas. Os despreparados, desatento para guerra, bebem e não vigiam. Os preparados ficam alerta (Mateus 26.41; Efésios 6.18; 1 Pedro 1.13; Colossenses 4.2). Os covardes recuam na batalha e não herdarão o reino de Deus (Apocalipse 21.8). A exclusão dos covardes implica falta de fé no Senhor. Acerca da guerra, os que confiam no Senhor para não morrer, consagrem suas vidas a Deus (Deuteronômio 20.4).
Confiança em Deus quando aparentemente não está bem.
Quando saíres à peleja contra os teus inimigos e vires cavalos,  e carros, e povo maior em número do que tu, os temerás; pois o Senhor,  teu Deus, que te fez sair da terra do Egito,  está contigo
(Deuteronômio 20.1-5).


Gideão e os trezentos homens do exército - Juízes 7.3-6

Anuncie, pois, ao povo que todo aquele que estiver tremendo de medo poderá ir embora do Monte Gileade. Então vinte e dois mil homens partiram, e ficaram apenas dez mil (Juízes 7.3). Não tenham medo dos que matam o corpo, mas não podem matar a alma. Antes, tenham medo daquele que pode destruir tanto a alma e o corpo no inferno (Mateus 10.28). Mas o Senhor tornou a dizer a Gideão: ainda há gente demais.  Desça com eles à beira d' água,  eu separarei os que ficarão com você.  Se eu disser: este irá com você,  ele irá; mas se eu disser: este não irá com você,  ele não irá  (Juízes 7.4). Assim Gideão levou os homens à beira d' água,  e o Senhor lhe disse: separe os que beberem a água lambendo-a como faz o cachorro,  daqueles que se ajoelharam para beber (Juízes 7.5). O número dos que lamberam a água levando-a com as mãos à boca foi trezentos homens. Todos os demais se ajoelharam para beber (Juízes 7.6). Os escolhidos pelo Senhor dos Exércitos são os que levam mãos à boca do rio Água Viv…

Gideão e os 300 homens do exército - Juízes 7.1-8

Gideão era comandante supremo e juiz de Israel com vinte e dois mil homens. O seu nome significa: o que derruba o inimigo. E o Senhor disse a Gideão: você tem gente de mais, para eu entregar Midiã nas suas mãos. A fim de que Israel não se orgulhe contra mim, dizendo que a sua própria força o libertou (Juízes 7.1-2).
A força de Israel não provém das armas, mas da presença de Deus (Deuteronômio  20.1-5).
Gideão tem de combater com um grupo reduzido de pessoas,  para que a vitória não possa ser atribuída aos homens, mas somente a Deus (Deuteronômio 9.4-6; Salmos 20.7-8; Isaías 10.13-15; Am 6.13).
Alguns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós confiamos no nome do Senhor, nosso Deus (Salmos 20.7-8).

Eleição presidencial

Davi era pastor de ovelhas, zelava, protegia seus animais de predadores.  Deus escolheu o menino Davi para reinar em Israel. A escolha era através do profeta Samuel, usado pelo Espírito Santo, nomeou o ruivo para reinado posterior ao rei Saul (1 Samuel 16.1-13). O Espírito Santo se apoderou de Davi que enfrentou desafios como o Golias.  Guerreiro Davi não se intimidou e venceu a guerra civil. Os filisteus desobedeciam ao rei Saul e desrespeitava a fé monoteísta de Israel teocrático, judaico-cristã (1 Samuel 17.1-58). Após a morte de Davi, Salomão,  seu filho, sucessor da realeza, pediu a Deus sabedoria para governar (2 Crônicas 1.7-13; Tiago 1.5). A escolha atual da autoridade é democrática, elege aquele que tem mais expressão, experiência, qualidade, competência como o candidato à presidente da República Brasileira, Geraldo Alckmin.





Honra a quem honra - Romanos 13.7

Dêem a cada um o que lhe é devido: se imposto, imposto; se tributo, tributo; temor, temor; se honra, honra (Rm 13.7).
Tributo é imposto de caráter geral e obrigatório que o poder público exige, diretamente, de cada particular em benefício coletivo. Aquilo que se concede por hábito ou necessidade. 
Dêem a César o que é de César e a Deus o que é de Deus (Mateus 22.21).
César era o imperador romano.
A autoridade está a serviço de Deus, agente de justiça para punir quem praticar o mal.
O governador Geraldo Alckmin é candidato à presidente da República do Brasil, agente ou ministro de Deus para abençoar à nação, estados com saúde, segurança, educação, cultura, esporte e lazer (Romanos 13.1-6).
Honra a quem honra, o seu voto honra o trabalho do Geraldo Alckmin para o Brasil avançar.






Intercede pelo candidato à presidente do Brasil, Geraldo Alckmin 45 - 1 Timóteo 2.1-2

Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças por todos os homens (1 Timóteo 2.1); pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e pacífica, com toda a piedade e dignidade  (1 Timóteo 2.2; Salmos 122.6).
Isso é bom e agradável perante Deus, nosso Salvador (1 Timóteo 2.3). Da sua boca procede a bênção e maldição (Tiago 3.10). Não fale mal da autoridade do seu povo (Atos 23.5; Tito 3.1-2). Não blasfemem contra Deus nem amaldiçoem uma autoridade (Êxodo 22.28; Provérbios 18.21-22).


Evo Morales pretende criminalizar a pregar na Bolívia - Isaías 10.1-4

Aí daqueles que fazem leis injustas, que escrevem decretos opressores (Isaías 10.1). Lei é preceito que vem da autoridade soberana. Prescrição do poder legislativo. Regra ou norma de vida.
Impõe aos indivíduos sob pena de sanções.
O presidente da Bolívia, Evo Morales falou pretenciosamente que irá criar uma lei que criminaliza a propagação do Evangelho, culto a Deus.
As autoridades são ministros de Deus para fazer o bem. As leis civis compactuar com as Leis de Deus (Êxodo 12.49; Êxodo 24.12; Levítico 24.22; Romanos 13.1-7; Tito 3.1-11).
A Lei do Reino é solícito para o exercício da fé e boas obras, valor moral, equilibrio emocional, saúde física, e  luz espiritual, disciplina para conter infrações.
Mas Pedro e João lhes responderam: julgai se é justo diante de Deus ouvir-vós antes de falar das coisas que vimos e ouvimos (Atos 4.19-20).
Pedro e os outros apóstolos responderam: é preciso obedecer antes a Deus do que aos homens (Atos 5.29).




A destruição dos inimigos de Jerusalém - Zacarias 12.2-3

Farei de Jerusalém uma taça que embriague todos os povos ao seu redor, todos os que estarão no cerco contra Judá e Jerusalém (Zacarias 12.2). Naquele dia, quando todas as nações da terra estiverem reunidas para atacá-las, farei de Jerusalém uma pedra pesada para todas as nações.  Todos os que tentarem levantá-lá se machucarão muito (Zacarias 12.3).
Cálice designa a irá de Deus (Salmos 75.8; Isaías 51.17-23; Jeremias 25.15-29; Ezequiel 23.31-34).
O cálice  cheio de vinho embriagador, que deixa prostado,  física e mentalmente, aquele que bebe simboliza a irá de Deus e o seu juízo sobre os maus.
Se levantaram e cercaram contra Israel, cento e vinte oito países, inclusive o Brasil que está em crise.
A Organização das Nações Unidas (ONU) com 193 países membros. A maioria contrariou Israel menos o norte-americano.
Donald Trump é presidente do Estados Unidos que reconheceu Jerusalém a capital de Israel.
Telavive era à capital de Israel, Cidade habitada por muçulmanos no Estado da Palestina.

A mulher - Apocalipse 12

Apareceu no céu um sinal extraordinário: uma mulher vestida do sol, com a lua debaixo dos seus pés e uma coroa de doze estrelas sobre a cabeça (Ap 12.1). Jeremias, Isaías, Ezequiel, Oseias, Paulo diz a mulher é Israel (Isaías 26.17; Jeremias 3.1-13; Ezequiel 16.24; Ezequiel 16.28; Oseias 1.1-11; Oseias 2.1-23; Gálatas 4.22-25). José sonhou com o sol, a lua e as onze estrelas, contando com ele são doze estrelas ou doze tribos de Israel (Gênesis 37.5-10). O sol era seu pai Jacó que Deus nomeou de Israel (Gênesis 35.10). A lua é sua mãe Lia, Raquel havia morrido (Gênesis 35.19).


A mulher - Apocalipse 12

Apareceu no céu um sinal extraordinário: uma mulher vestida do sol, com a lua debaixo dos seus pés e uma coroa de doze estrelas sobre a cabeça  (Apocalipse 12.1). As doze estrelas são as doze tribos de Israel.  A mulher ou Israel irá fugir para o deserto durante 1260 dias ou três anos e meio (Apocalipse 12.6). Período de tribulação que acontecerá  (Apocalipse 7.14; Apocalipse 11.2, 3).
Sofrerá dores de parto (Apocalipse 12.1-2; Miqueias 5.3).
Aqueles que guardam os mandamentos e testemunho de Jesus serão salvos (Daniel 7.7, 21; Apocalipse 12.17).
Idolatrar Maria perde a salvação. 
As testemunhas de Jesus geram só Jesus e não geram Maria.
Meus filhos, novamente estou sofrendo dores de parto por sua causa, até que Cristo seja formado em vocês  (Gálatas 4.19).


O sacrifício de Abraão - Gênesis 22.9

Quando chegaram ao lugar que Deus lhe havia indicado, Abraão construiu um altar e sobre ele arrumou a lenha. Amarrou seu filho Isaque e o colocou sobre o altar, em cima da lenha (Gn 22.9). Altar em hebraico é lugar de matança. Em latim é plataforma alta. Nós  devemos apresentar nossos filhos no altar para morrer os frutos da carne e viver no Espírito (Gálatas 5.17-23). Os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos (Gálatas 5.24).
Para sacrificar o corpo é pela faca,  ou melhor, Espada do Espírito (Efésios 6.17).
A lenha e o fogo, a cruz onde crucifica a carne para o fogo do Espírito Santo.
Sacrificar é dedicar, consagrar, esforçar é agradável a Deus (Rm 12.1).


O sacrifício de Abraão - Gênesis 22.1-24

Abraão temeu ao Senhor que ouviu e obedeceu a voz de Deus.
Não negue a Deus pela perda do seu filho. Durante essa passagem da vida, tem momentos que as provas revelam se você teme, ama a Deus mais do que seu filho (Êxodo 20.20; Deuteronômio 8.2).
Se ama seu filho mais do que a Deus, é pecado de idolatria. 
Quem ama seu paí ou sua mãe mais do que  a mim não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é  digno de mim (Mateus 10.37).
Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre uma das montanhas, que eu te direi (Gênesis 22.2). 
Holocausto em hebraico é oferta queimada.
Isaque é a tipologia, prefigura o sacrifício de Cristo e o animal - cordeiro é a provisão de Deus para sacrificar (Gênesis 22.12).
Jesus é o cordeiro, o sacrifício do seu perdão, purificação do pecado.  Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (João 1.29, 36).

Apresentação de Jesus no templo - Lucas 2.22-24

Passados os dias da purificação deles segundo a Lei de Moisés, levaram-no a Jerusalém para o apresentarem ao Senhor (Lucas 2.22). A mulher como Maria que concebeu Jesus, ficou sete dias imunda como nos dias de menstruação (Levítico 12.2). Impureza no sentido de contrair - receber doenças ou contagiar - levar ou transmitir doenças (Levítico 13.8; Levítico 15.2-3, 25).  Maria não estava com impureza moral. Depois de dar à luz um filho, no oitavo dia, Jesus foi circuncidado (Levítico 12.2-8; Levítico 5.11). Então a mulher aguardará trinta e três dias para ser purificada do seu sangramento. Não poderá tocar em nenhuma coisa sagrada e não poderá ir ao santuário, até que se completem os dias da sua purificação (Levítico 12.4). Todo primogênito - primeiro filho do sexo masculino será consagrado ao Senhor ao Senhor e para oferecer um sacrifício, de acordo com o que diz a Lei do Senhor: duas rolinhas ou dois pombinhos (Lucas 2.23-24; Levítico 12.2-8).  Essas ofertas erma para os pobres que não tinham…

Criança é apresentada e não batizada no templo - Lucas 2.22-28

José casado com Maria fez o parto dela na manjedoura (Lucas 2.5; Lucas 2.7).
Manjedoura é tabuleiro em que se coloca o alimento para os animais no estábulo.
E deu a luz o filho primogênito - primeiro filho (Lucas 2.7).
O menino Jesus foi apresentado ao Senhor (Lucas 2.22).
Cerca de trinta anos ao ser batizado começou o seu ministério (Lucas 3.21-23). 
A partir dos doze anos de idade, pode apresentar a Deus e batizar.
As crianças são do reino de Deus (Mateus 18.3; Mateus 19.13-14; Lucas 18.17).
Os padres erram duas vezes ao aspergir água na cabeça e batizar criança.
Batismo vem do grego, imersão, mergulho. Jesus saiu da água (Mateus 3.16).
O batismo é simbolo da morte (Romanos 6.3).
Significa que o mesmo concorda em morrer e ressurgir a vida nova e eterna (Romanos 6.4; Colossenses 2.12).


Deus não tem o culpado por inocente - Êxodo 34.7

São percebidos por meio das coisas que foram criadas. Tais homens são, por isso, indescupáveis (Romanos 1.20). A terra, o céu e o mar, revelam a existência de Deus. Além das testemunhas como Jesus Cristo até aos confins da terra (Atos 1.8; Atos 14.15-18).
Por toda a terra se fez ouvir a sua voz, e as suas palavras, até aos confins do mundo (Romanos 10.18)
Todos que não se arrependerem, igualmente perecereis.
Os galileus, jerusalenses e estrangeiros são indescupáveis (Lucas 13.1-5; Números 14.18; Números 1.3; Deuteronômio 5.9-10; Deuteronômio 7.9-10).











Servos de Mamom - Mateus 6.24-25

A boca fala conforme o coração está cheio (Mateus 12.34).
Se no culto, o bispo, pastor ou apostolo, fala a maior parte da reunião em dinheiros. O tesouro do seu coração é dinheiro  (Mateus 12.35).
Falam demais de dízimos, ofertas, votos e se importam em vê-los sem o valor maior da nota ou moeda. Dinheiro se guarda para emergências ou necessidades.
Se deixarmos de fazer os deveres de casa para deixarmos na Igreja. Descuidar dos pais ou família é inaceitável a Deus, é pior do que incrédulo.
Ora, se alguém não tem cuidado dos seus e especialmente dos da própria casa, tem negado a fé e é pior do que o descrente  (1 Timóteo 5.3-8).
Espiritualista é equilíbrado, sábio, prudente e programa seus compromissos para Deus e uso pessoal e familiar.

Abençoe o seu país - Tiago 3.10

Alguns rapazes zombaram do profeta Eliseu que amaldiçoou-os em nome de Jesus. Imediatamente saíram da floresta dois ursos e despedaçaram quarenta e dois daqueles rapazes  (2 Reis 2.23-24).
A morte e a vida estão no poder da língua; quem utiliza, experimenta ou come do seu fruto (Provérbios 18.21).  Jesus amaldiçoou a figueira que estava sem frutos e definhou (Mateus 21.18-22; Marcos 11.12-14). A boca procede bênção e maldição  (Tg 3.10). Ore, abençoe a sua família, parentes, Jó orou pelos seus amigos (Jó 42.10).
Orai pela paz no seu país e vós prosperareis (Salmos 122.6-9).

A doidinha do Canadá - Gálatas 6.7

Não erreis: Deus não se deixa escarnecer, zombar (Gálatas 6.7). Ela gosta de aparecer, ofender artistas nas redes sociais. Chama atenção pelo discurso preconceituoso e discriminação racial contra negros. Ela aprontou de queimar a Bíblia no Salmos 91.  Cometeu o crime contra o sentimento religioso. Art. 128 - Escarnecereciclável de alguém publicamente,  por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: pena - detenção, de um mês a um ano, ou multa. Vilipendiar é tratar algo ou alguém com desprezo ou desdém.  Considerar algo ou alguém como vil, indigno, sem valor; avistar, rebaixar.