O nascimento do conflito israelense e palestino - Gênesis 16.1-16

Sarai, mulher de Abrão, não lhe dera nenhum filho (Gênesis 16.1).
O iraquiano tinha 86 anos de idade (Gênesis 16.16).
Sarai em hebraico significa princesa.
Como tinha uma serva egípcia Hagar, teve filho com ela, a pedido da sua esposa Sarai.
Ambos moravam dez anos em Canaã, na Palestina (Gênesis 16.2-4).
Hagar se viu grávida e desprezou Sarai que amaldiçoou seu esposoque seria confrontado e desprezado (Gênesis 16.4).
Hagar em hebraico é fuga. 
Então Sarai disse a Abrão: "caia sobre você a afronta que venho sofrendo. Coloquei minha serva em seus braços e, agora que ela sabe que engravidou, despreza-me. Que o Senhor seja juiz entre mim e você (Gênesis 16.5).
Abrão pediu a Deus que Ismael fosse herdeiro de Canaã ou Palestina.
Deus recusou o seu pedido  (Gênesis 17.18-19).
O Anjo do Senhor pediu a Hagar que voltasse a servir a Sarai e que a mesma teria um filho Ismael (Gênesis 16.8-11).
Sarai e Hagar tiveram hostilidade, foi transmitida aos descendentes delas (Gênesis 16.12; Gênesis 25.18).





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovelhas malhadas

Sacrifícios de tolo ou de justiça

A máscara caiu - Lucas 12.2