Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Idolatria

Adore em Espírito - João 4.23-24

Imagem
Deus é Espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade (João 4.23). Ele (Jesus), porém, se referia ao santuário do seu corpo (João 2.21). Com Espírito Santo para adorar a Deus (Espírito), ou melhor, dê vida para o Espírito. Imagem e semelhança de Deus - ser humano diante da presença de Deus (Gênesis 1.26). Corpos, vidas são templos de Deus para serem habitados pelo Espírito Santo (1 Coríntios 3.16). Pecado, abominável, condena-se a idolatria estar diante de imagens de esculturas - madeira, gesso, vidro, pedra, barro, plástico, ferro cujos ídolos não possuem espírito e não foram deixados por Deus a serviço ou adoração para os seres humanos (Êxodo 20.4-6; Levítico 19.4; 2 Reis 17.12; Salmos 97.7; Apocalipse 21.8). Deus é Espírito, e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade (João 4.23). 

Adore o Criador e não a criatura - Lucas 4.8

Imagem
Anjos queriam ser adorados, Deus não permitiu, a Dulia do grego (honra) e Latria do grego (adoração). Serafim - Miguel e os anjos lutaram contra os anjos do Querubim -  Lúcifer que significa: portador de luz (Ezequiel 28.14). Satanás significa "opositor" a adoração exclusiva a Deus. Gostariam de ser ídolos e Deus reprova a idolatria (culto que se presta a ídolos) e foram lançados fora do céu (Judas 1.6; Apocalipse 12.7-9). Não se acham lugares no céu para os idolatras (Gálatas 5.20-21). Amar é querer bem, afeição, gostar, ternura (Mateus 22.39; Marcos 12.31) diferente de idolatrar que significa: adorar ídolos, amar alguém ou alguma coisa excessivamente. Nem os anjos tinham dignidade para serem adorados quanto mais ser humano - pecador devocional no culto/templo, casa, trabalho. Adorarás o Senhor teu Deus e só a ele prestarás culto (Lc 4.8).

Buscai sempre ao Senhor e porque às vezes o ídolo - imagem de escultura Isaías 55.6

Imagem
Buscai o Senhor e o seu poder; buscai perpetuamente a sua presença (Salmos 105.4; Sl 105.4). Buscar perpetuamente é sempre, ou seja, exclusividade. Se Deus fosse favorável a outra adoração, oração, teria deixado o querubim Lúcifer - portador de luz para o mundo adorá-lo. Esse foi expulso do céu pelo seu modo de agir, pecado (Apocalipse 12.7-12; Ap 12.7-12). Lúcifer era integro e tinha comunhão com Deus e estava na sua presença (Ezequiel 28.15; Ez 28.15; Isaías 14.11-23; Is 14.11-23). O líder religioso canoniza, deixa-o para adorá-lo, isto é, ser humano.  Varia a adoração, busca diversos mortos canonizados. Não passam de homem, mulher (Ezequiel 28.2; Ez 28.2). Tem pluralidade de busca, portanto é contravenção - transgressão, infração de um regulamento. Nós seres humanos não transpassam da morte aos anjos da guarda como arcanjo ou espírito que solidariza os vivos. Já têm os anjos - arcanjos que segue suas ordens (Daniel 8.16; Dn 8.16; Daniel 9.21-22; Dn 9.21-22; Sa