Gideão e os 300 homens do exército - Juízes 7.1-8

Gideão era comandante supremo e juiz de Israel com vinte e dois mil homens.
O seu nome significa: o que derruba o inimigo.
E o Senhor disse a Gideão: você tem gente de mais, para eu entregar Midiã nas suas mãos. A fim de que Israel não se orgulhe contra mim, dizendo que a sua própria força o libertou (Juízes 7.1-2).
A força de Israel não provém das armas, mas da presença de Deus (Deuteronômio  20.1-5).
Gideão tem de combater com um grupo reduzido de pessoas,  para que a vitória não possa ser atribuída aos homens, mas somente a Deus (Deuteronômio 9.4-6; Salmos 20.7-8; Isaías 10.13-15; Am 6.13).
Alguns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós confiamos no nome do Senhor, nosso Deus (Salmos 20.7-8).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovelhas malhadas

Sacrifícios de tolo ou de justiça

A máscara caiu - Lucas 12.2