Rádio pirata ou clandestina veiculada à Igreja

O locutor ou crente atua na rádio (estação) pirata ou clandestina que apresenta perigo para o controle de tráfego aéreo, marítimo e de ambulância, e afetam equipamentos hospitalares, viaturas de policiais. Interfere a transmissão de rádio lícita ou legal que fica com ruídos. 
É considerado crime na lei 9.427/97 que prevê pena de dois a quatro anos de prisão.
A rádio para funcionar na comunidade precisa de autorização/licença do Ministério de Comunicação e ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações). Ela não pode ter fins lucrativos, por exemplos, pedir ofertas, dízimos, veicular propagandas comerciais.
Essas rádios não podem ter vínculo com instituição religiosa e política. Pode falar de cultura, lazer e entretenimento.
É importante obedecer a Deus e as autoridades (Atos 5.29; At 5.29). Julgai se é justo aos olhos do Senhor (Atos 4.19; At 4.19).
Funcionando a rádio, atende os ouvintes que pedem para consultar à palavra - fechar e abrir o livro, e dizer aquilo no primeiro olhar, atitude no acaso, incerto na passagem bíblica que não tem nada a ver com os interesses dela (e), por exemplos, quer saber se pode viajar para a Europa ou Emirados Árabes - Dubai. O crente lê a passagem da Bíblia que caiu no texto sobre o Cego Bartimeu de Jericó (Marcos 10.46-52; Mc 10.46-52) - o assunto trata de clamor, cura, fé, resposta de Jesus ao cego. A partir desse versículo que o (a) crente fala erroneamente que pode ou não viajar. É a mesma coisa ler uma receita de bolo de chocolate e falar que essa receita é para fazer pudim ou pão, lasanha. 
Quem fala errado se passa por mentiroso (a). Deixai a mentira e fala a verdade com o seu próximo (Efésios 4.25; Ef 4.25). Além disso, diz que Deus está mostrando ou falando. Quem mente é filho do Diabo, o Pai da mentira (Gênesis 3.4; Gn 3.4; João 8.44; Jo 8.44), Deus odeia a linguá mentirosa (Provérbios 6.16; Pv 6.16), o mentiroso fica de fora do reino do céu (Salmos 101.7; Sl 101.7; Apocalipse 22.15; Ap 22.15).
Não mintais uns para os outros, pois vocês já deixaram de a natureza vela com os seus costumes (Colossenses 3.9; Cl 3.9).
Os lábios mentirosos são abomináveis ao Senhor; mas os que praticam a verdade são a sua alegria (Provérbios 12.22; Pv 12.22).
O que usa de fraude não habitará na minha casa; o que profere mentiras não estará firme perante os meus olhos (Salmos 101.7; Sl 101.7).
A casa do meu Pai há muitas moradas e o mentiroso não habita (João 14.2; Jo 14.2). Quem conhece a palavra de Deus e não prática é mentiroso (1 João 2.4; 1 Jo 2.4).
É correto consultar a Deus pelo Urim e Tumim (Êxodo 28.30; Êx 28.30; Levítico 8.8; Lv 8.8; Números 27.21; Nm 27.21; 1 Samuel 14.41-42; 1 Sm 14.41-42; Esdras 2.63; Ed 2.63; Neemias 7.65; Ne 7.65).



Comentários

  1. Não podi os e vangelicos se mistura com as coisas falsas deste mundo.coisas velhas se passaram e tudo se fez novo . guangdo nós aceitamos Jesus Cristo tudo se fez novo . Ele mandou nós obedecer as alteridades .

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Ovelhas malhadas

Sacrifícios de tolo ou de justiça

A máscara caiu - Lucas 12.2