Estudo sobre o centro da terra

Tu, Cafarnaum, elevar-te-às, porventura, até o céu? Descerás até o inferno (Lucas 10.15).
Cafarnaum descendo é uma expressão espiritual porque a Cidade é física e permanente. O espírito é impermanente no corpo. Morre e descola do corpo e vai para o destino em cima, céu e em baixo, inferno.
Os ímpios serão lançados no inferno, e todas as nações que se esquecem de Deus (Salmos 9.17).
Antes de Jesus subir ao céu, desceu a região inferior da terra.
Ora, isto - ele subiu - antes que é, senão que também antes tinha descido às partes mais baixas da terra (Efésios 4.9).
Para o sábio o caminho da vida é para cima, a fim de que ele desvie o inferno em hebraico Seol (Provérbios 15.24).
O inferno fica no centro da terra, ou seja, em baixo dos nossos pés, nas profundezas da terra. 
Rei Saul, consultou a adivinha em En-Dor, Cidade no Estado da Palestina Ocidental (Josué 17.11; Salmos 83.9, 10). Pediu a ela, subir o espírito de Samuel. Segundo a sua visão, subiram deuses e o ancião Samuel (1 Samuel 28.1-25).
Demônios disfarçados aparecem nos sonhos e acordados para enganar. Espíritos de falecidos não aparecem conforme a parábola do rico e Lázaro (Lucas 16.1-31).
Estudos científicos mostram que no centro da terra tem a parte mais inferior, concentrado por enxofre - produto inflamável que provoca fogo. Ferro, níquel e outros metais em estado líquido viram lavas de fogo no "núcleo". Lava de vulcão lembra o lago de fogo do inferno onde os espíritos ficaram eternamente no núcleo da terra.
Escrituras Sagradas relatam que o inferno tem fogo e enxofre (Mateus 25.30; Mateus 25.41; Marcos 9.47-48; Lucas 13.28; Apocalipse 20.10; Apocalipse 21.8).

Resultado de imagem para núcleo da terra

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovelhas malhadas

Sacrifícios de tolo ou de justiça

A máscara caiu - Lucas 12.2