Batismo nas águas - Marcos 16.15-16

O batismo de Felipe. E mandou para o carro, e "DESCERAM AMBOS Á ÁGUA", tanto Felipe como o eunuco, e o batizou. Quando "SAÍRAM DA ÁGUA", o Espírito do Senhor arrebatou Felipe (Atos 8.38-39; At 8.38-39).
Batismo é de origem grega e significa baptizo - imergir, mergulhar.
João Batista, o sobrenome Batista vem do grego - Baptistas, Baptites (submergir é cobrir-se de água, inundar-se).
Batismo nas águas é um ato solene ou simbólico de sepultamento da velha criatura, testemunho público de fé e salvação em Cristo, ressurreição.
João batizava no rio Jordão (Lucas 3.3; Lc 3.3).
Não é batismo aspergir (molhar com pequenas gotas, borrifar, água na cabeça da criança, porque se a criança é do reino dos Céus, ou seja, é pura, é salva, e exemplo (Mateus 19.14; Mt 19.14). Nós chamamos crianças de anjos.
Lei 13.105 de 2015, Artigo 2.
Considera-se criança, para os efeitos desta Lei, a pessoa até doze anos de idade incompletos, e adolescente aquela entre doze e dezoito anos de idade.   
Para quem se arrependeu dos pecados, confessou publicamente e se converteu - impuro, tornou-se uma nova criatura (João 3.3; Jo 3.3; 2 Coríntios 5.17; 2 Co 5.17). Jesus falou que veio salvar os perdidos - pecadores (Lucas 19.10; Lc 19.10), por exemplos, infrator (aquele que desobedece as normas ou regulamentações do estado). Vi diversos testemunhos de ex-traficante, ex-estelionatário, ex-homicida que mudaram à conduta.
Quem nele (Jesus) crê e for batizado será salvo, quem não crê será condenado (Marcos 16.16; Mc 16.16).





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovelhas malhadas

Sacrifícios de tolo ou de justiça

A máscara caiu - Lucas 12.2