A oração do justo é poderosa e eficaz (Tg 5.17-18)

Elias, orou para não chover durante três meses e meio. Depois orou outra vez, e então choveu, e a terra deu a sua colheita. A oração do justo é poderosa e eficaz (1 Reis 18.46; 1 Rs 18.46; Tiago 5.17-18; Tg 5.17-18).
Na África eEles (as) oram ao ídolo pedindo chuva, outros fazem rituais - sacrifícios para terem cultivo, prosperidade, empregabilidade no campo. Viver do próprio negócio - avicultor (aquele que cria aves), agricultor (aquele que cultiva plantas), piscicultor (aquele que cria peixes). 
Honrarei aqueles que me honram, mas aqueles que me desprezam serão tratados com desprezo (1 Samuel 2.30; 1 Sm 2.30).  
As terras são semi-áridas e o continente vive o menor crescimento vegetativo do mundo.
Não desfrutam de uma "política assistencialista". A baixa qualidade de vida é proveniente a diversos fatores, inclusive o preconceito!
Se fossem justos, teriam a chuva, colheita e não matariam os cristãos protestantes, pregadores - profetas, pastores, bispos, evangelistas, missionários.
Cadê as cruzadas evangelísticas, o homem de Deus com o dons do Espírito Santo - milagres, conhecimento e sabedoria (1 Coríntios 12.8-10; 1 Co 12.8-10).
No Nordeste tem terras semi-áridas. No Brasil é laico, e as passagens da Bíblia se encaixam em cada situação do país (hermenêutica). Os pregadores - pastores, bispos são desqualificados para vocacionar assim no Brasil e exterior!
Os sujeitos têm miopia diante das Escrituras Sagradas. Não lançam as sementes (palavra de Deus) como deveriam para fertilizar nos corações e terras (Mateus 13.1-8; Mt 13.1-8; Marcos 4.1-9; Mc 4.1-9; Lucas 8.4-15; Lc 8.4-15).
E não possuem outro dom do Espírito Santo - discernimento (1 Coríntios 12.10; 1 Co 12.10). É capacidade de compreender situações, de separar o certo e o errado. Capacidade de avaliar as coisas com bom senso e clareza, juízo.

     

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovelhas malhadas

Sacrifícios de tolo ou de justiça

A máscara caiu - Lucas 12.2