A vida é um sopro!

A existência do ser humano é semelhante à relva; ele floresce como a flor do campo (Jó 14.2; Salmos 103.15; Isaías 40.7; 1 Pedro 1.24). Relva é gramado.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovelhas malhadas

Sacrifícios de tolo ou de justiça

A máscara caiu - Lucas 12.2