O furor da autoridade americana - Estados Unidos - Provérbios 20.2

O furor do rei - autoridade é como um rugido de um leão: aquele que o provoca o rei (autoridade), prejudica a si mesmo (Pv 20.2).
Estado-Islâmico provoca as autoridades com atentados e declarações de guerra segundo o Alcorão. Vós que credes, combatei os descrentes que estão próximos de vós. E que sintam dureza em vós! E sabei que Deus está com os piedosos (Sura 9.123). 
Eles não têm piedade: mata, crucifica, mutila, exila (Sura 5.33) os desprovidos de afinidade ou interesse pelas suas crendices.
Contradiz a si mesmo no Alcorão pelas atitudes consideradas terroristas, maléficas, isto é, impiedade! 
Sim, Deus está com os piedosos que cultivam paz, perdão, amor/ fraternidade que possuem virtudes (Mateus 5.44; Mateus 11.25-26; Mateus 18.21-22; Lucas 17.3-4; Colossenses 3.13).
Eles (as) advogam por Maomé, legislador do Alcorão.
Advoga é o ato de interceder por alguém e desvirtua país, estado, cidade, bairro, família e pecam, inimizade (Gálatas 5.20), homicídio (Êxodo 20.13), racismo pelos judeus, desrespeitam, desobedecem a autoridade suprema (Romanos 13.1-14; 1 Pedro 2.13-23), lutam contra gente, ao invés, de lutar contra as hostes (inimigos, demônios, diabo, espíritos malignos, potestades, principados deste mundo (Efésios 6.12).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovelhas malhadas

Sacrifícios de tolo ou de justiça

A máscara caiu - Lucas 12.2