Explosão em Beirute

Porquanto os que estão entre os vivos sabem que morrerão (Eclesiastes 9.5).
Morre por doença, acidente, assassinato ou natural, velhice.
Afinal, o ser humano não conhece sua hora. Como os peixes que se apanham com a rede maligna, e como os passarinhos que se prendem com o laço, assim também os homens são tomados por épocas difíceis que sobrevém de repente (Eclesiastes 9.12).
Explosão veio do armazém de nitrato de amônio no porto de Beirute, Cidade e capital do Líbano.


            

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovelhas malhadas

Sacrifícios de tolo ou de justiça

A máscara caiu - Lucas 12.2