Pular para o conteúdo principal

Uso do véu

Todo homem que ora ou profetiza, tendo a cabeça coberta, desonra a sua própria cabeça (1 Coríntios 11.4).
Mas toda a mulher que ora ou profetiza com a cabeça descoberta, desonra a sua própria cabeça, porque é como se estivesse rapada (1 Coríntios 11.5).
Portanto, se a mulher não se cobre com véu, tosquie-se ou rapar-se que, ponha o véu (1 Coríntios 11.6).
Nos tempos antigos, cultura judaica e grega as mulheres usavam o véu.
Costume que representava na sociedade que estava sob o cuidado ou proteção do marido ou parente masculino. Cobria com véu significava submissão à autoridade masculino.
Mulher que cobria a cabeça expressava honra e respeito aos padrões sociais.
Descobrir ou raspar a cabeça da mulher era outro costume de dizer que ela foi pega em flagrante na prostituição para que a desonra dela ficasse exposta a todos.
Atualmente a honradez da mulher está na discrição da sua conduta, falar, pensar, vestir moderado que demonstra respeito e valor aos padrões sociais.
Hereges, falsos profetas colocam dogmas, isto é, fundamentos, imposições nas suas denominações e as mulheres não podem aparar os cabelos. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A máscara caiu - Lucas 12.2

Não há nada escondido que não venha a ser descoberto, ou oculto que não venha a ser conhecido (Lc 12.2). O significado é que nada escondido pela hipocrisia deixará de ser divulgado.  Hipocrisia é falsidade, dissimulação. Ato de fingir, ser o que não é para agradar a vida alheia. A corrupção é divulgada na mídia - licitação, nota fria, empresa fantasma, contrato superfaturado.  Aparências enganam, portanto será descoberta pelos próprios erros ou alheios - cúmplices.  Os falsos amigos acusam/denunciam e as máscaras caem.  No Tribunal de Justiça, o réu com dinheiros contrata advogados e suborna o juiz. É errado favorecer alguém no Tribunal, mas alguns juízes fazem isso até por pouco dinheiro (Provérbios 28.21; Pv 28.21). O suborno/propina corrompe o coração (Eclesiastes 7.7; Ec 7.7). Juízes desonestos se vendem por dinheiro e por isso são injustos nas suas sentenças (Provérbios 17.23; Pv 17.23). Processos arquivados e como diz o ditado popular: tudo acaba em pizza.

Céus de bronze e chão de ferro - Deuteronômio 28.23

Sentença é a palavra pronunciada por um profeta como palavra de Deus para os seres humanos (Isaías 13.1; Is 13.1; Isaías 15.1; Is 15.1; Isaías 17.1; Is 17.1). Julgar é defender o inocente e castigar o culpado. Sentenciar é julgar por sentença. Exprimir juízo ou parecer decidido pró ou contra alguém ou alguma coisa. Deus é o juiz; a um abate, a outro exalta (Salmos 75.7; Sl 75.7). Julga-se por palavras ou testemunhas como céu cerrado, cor de bronze, fechado, sem chuva. Ele convoca os altos céus e a terra para o julgamento do seu povo (Salmos 50.4; Sl 50.4). Sabeis na verdade, discernir o aspecto do céu e não podeis discernir os sinais dos tempos (Mateus 16.3; Mt 16.3). Testemunha contra indisciplina, adultério, difamação, engano (Salmos 50.17-20). Escuta, povo meu, e eu falarei; ó nação, eu testemunharei contra ti. Eu sou Deus, o teu Deus (Salmos 50.7). Oferece a Deus sacrifício de ações de graças (Salmos 50.14; Sl 50.14; Sl 50.14; Sl 50.14; Salmos 50.23; Sl 50.23). É gratidão ou ação de graça, d…

Mulher rixosa e iracunda - Provérbios 21.19

Melhor viver no deserto do que viver com mulher rixosa e iracunda (Provérbios 21.19). É melhor viver sozinho do que conviver com mulher intrigante, murmuradora. Iracunda é mulher propensa à ira, e rixosa é mulher briguenta, causa discórdia, desavença.
Ditado popular: antes só do que mal acompanhado, ou seja, é melhor ficar sozinho do que sofrer acompanhado.