A vocação de Jonas, a sua fuga e o seu castigo

A grande Cidade de Nínive era a capital da Assíria, o império que, em 721 a.C destruiu o Reino do Norte (Israel) e enviou ao exílio muitos dos israelitas (2 Reis 14.1-23).
Assíria é localizada na Mesopotâmia, zona norte do Iraque.
Cidade símbolo de crueldade, violência, hostilidade ao povo de Deus (Naum 1.1; Naum 2.13; Naum 3.19).
Se o Senhor não guardar a Cidade, em vão vigia a sentinela (Salmos 127.1; Salmos 121.1-8).
Jonas clamou contra ela, porque a malícia subiu a Deus (Jonas 1.1-2).
Os profetas Naum, Sofonias (2.13-15) anunciaram a sua destruição, ocorrida no ano 612 a.C.
Jonas, fugiu da presença de Deus e todos pagaram o pato. Expressão popular: pagar o que não devem ou sofrem consequente de atitudes erradas e alheia.
E diziam cada um ao seu companheiro: vinde, e lancemos sortes, para que saibamos por que causa nos sobreveio este mal. E lançaram sortes, e a sorte caiu sobre Jonas (Jonas 1.7).

Resultado de imagem para jonas no ventre da baleia
  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovelhas malhadas

Sacrifícios de tolo ou de justiça

A máscara caiu - Lucas 12.2