A cura do cego de Jericó - Marcos 10.46-52

E foram para Jericó. Quando ele saía de Jericó, juntamente com os discípulos e numerosa multidão, Bartimeu, cego mendigo, filho de Timeu, estava assentado à beira do caminho (Marcos 10.46) e, ouvindo que era Jesus, o Nazareno, pôs-se a clamar: Jesus, filho de Davi, tem compaixão de mim! (Marcos 10.47).
Filho de Davi é o título messiânico (Mateus 9.47).
Jericó é o povoado situado na planície do rio Jordão.
E muitos repreendiam, para que se calasse; mas ele cada vez
gritava mais: filho de Davi, tem compaixão de mim (Marcos 10.48).
Parou Jesus e disse: chamai-o. Chamaram, então, o cego, dizendo-lhe: tem bom ânimo; levanta, ele te chama (Marcos 10.49).
Lançando de si a capa, levantou-se de um salto e foi ter com Jesus (Marcos 10.50).
Perguntou-lhe Jesus: que queres que eu te faça? Respondeu o cego: mestre, que eu torne a ver (Marcos 10.51).
Então, Jesus lhe disse: vai, a tua fé te salvou (Marcos 10.52).
Clama, persevera, anima, crer em Jesus para encontrá-lo e será atendido.
O cego de Jericó foi curado milagrosamente ao ouvir que era Jesus. 
Ouça ou leia a Palavra de Deus, clame ao Senhor e verá o teu milagre.
As pessoas em volta do cego de Jericó, menosprezaram o seu clamor. Ele não se abateu diante da adversidade, continuou a falar.
Mas Jesus, ouve o clamor sincero e levanta o caído.
Aquele que ouve a Palavra de Deus, também terá ouvido aberto de Jesus.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ovelhas malhadas

Sacrifícios de tolo ou de justiça

A máscara caiu - Lucas 12.2